Mãe Especial?


Mãe especial?
Mãe especial sim! Mas não por ter um filho com deficiência pois isso não me difere das demais mães, afinal, toda mãe é especial! Ou quase todas... Mas devo confessar que me sinto sim especial, pelo fato de ter superado os meus próprios limites enquanto pessoa. Antes do Lucas eu não era feliz, não me sentia capaz, não me sentia realizada, não me sentia amada por mim mesma e mesmo diante de tantas dificuldades consegui transformar minha vida para melhor. Hoje me sinto bem enquanto mulher, uma mãe realizada e um pessoa muito melhor do que já fui um dia...

Por que?
Tudo começou na hora de decidir o título do livro que iria lançar. Como se tratava da minha história como mãe de uma criança com deficiência pensamos: "A Trajetória de uma Mãe" mas algo parecia faltar, afinal se tratava de uma mãe diferente, com rotinas nada habituais, como acontece com a maioria das mães. Essa não era uma história que falava do parto geralmente dentro do esperado, das visitas na maternidade, dos parabéns, dos presentes... da ida para casa no terceiro dia levando seu filho nos braços...
Sim, faltava algo mais para complementar esse título. "A Trajetória da Mãe de uma Criança com Deficiência". Nem pensar! Estávamos tratando de um livro que não seria distribuído gratuitamente. Era preciso pensar comercialmente, então definitivamente, esse não era o título ideal. E chegamos então no "A Trajetória de uma Mãe Especial".
No decorrer do tempo conforme dava palestras em eventos, me apresentavam como autora do livro "Mãe Especial", sempre havia esse resumo e aos poucos  acabei adotando o título e criei uma imagem para me representar.



Comentários
0 Comentários

0 comentários: